Fibra ótica é tão melhor do que as redes tradicionais?

Autor: Telium Networks, 07/05/2020 às 12:00

 

Com o advento da fibra ótica e sua recente popularização, muita gente fica em dúvida das suas vantagens sobre os sistemas tradicionais consolidados.

Quais são os modelos tradicionais?

As redes tradicionais mais utilizadas no Brasil são a rede a cabo e a ADSL, responsáveis por levar internet para a maioria dos lares brasileiros. Vamos entender como elas funcionam:


  • ADSL (Linha Digital Assimétrica para Assinante): a linha ADSL é a evolução natural das antigas conexões discadas, ainda utilizando linhas de telefone para transmitir o sinal de internet. O motivo de uma conexão ADSL conseguir utilizar a linha telefônica sem de fato ocupar o telefone é por que ela divide a linha em três canais digitais, dessa forma, temos um canal para a voz (telefonia), um para downloads e outro para uploads, passando efetivamente três sinais por um mesmo caminho.
    Durante o final dos anos 90 e início dos anos 2000 esse era o principal diferencial de venda das redes ADSL, porém, as taxas assimétricas de download (que chegavam até 8mbs) e upload (limitados em 1mbps) acabaram abrindo espaço para concorrentes mais eficientes.

  • Conexão a cabo: provavelmente o tipo mais popular atualmente, ela utiliza o mesmo sistema de cabeamento que as TV’s a cabo, usando de cabos coaxiais (feitos de cobre) para transmitir os sinais de internet. Esse modelo apresenta uma boa vantagem quando combinado com pacotes de televisão, pois pode apresentar uma redução no custo dos pacotes de TV e internet combinados, uma vez que utilizam o mesmo cabo para enviar sinais. Esse modelo, porém, apresenta algumas dificuldades como a perda de sinal em grandes distâncias e interferências eletromagnéticas.

Rádio e satélite: são modelos menos utilizados e geralmente levam internet para regiões inacessíveis pelos outros modelos pois não dependem de cabeamentos que podem ter sérias limitações geográficas para alcançar certas regiões. Apesar do alto alcance e versatilidade, são serviços mais caros e geralmente não compensam em regiões com acesso a outras tecnologias.

Nuvem de tags